sábado, 26 de novembro de 2011

Sedução ou Síndrome de Don Juan?


Hoje comecei a pesquisar um pouco sobre mim mesmo.

Sou apaixonado pelo arte da conquista. O olhar, o cheiro, a conversa... O mundo novo que a pessoa nos traz, as experiências, a bagagem... Sou simplesmente apaixonado por essa arte.

Mas me dei conta de que eu não consigo ficar apegado a ninguém. Estou sempre em busca de novas conquistas, maiores desafios. Uma verdadeira compulsão.

Ultimamente, das pessoas com quem tentei manter um relacionamento, me desapeguei assim que consegui o que queria. E eu só conseguia ficar nervoso, apaixonado, com a boca seca, coração acelerado por alguém que me parecesse difícil, cuja conquista seria um desafio maior. Pessoas de longe, homens que de certa forma me ignoraram, aqueles que não se entregam fácil...

Uma verdadeira competição. Comigo mesmo.

Então, pesquisando na internet, descobri a "síndrome de Don Juan".

Nela, ao Don Juan só interessa o instante do prazer e o triunfo sobre sua conquista, quanto mais difícil mais interessante. Pesquisadores dizem que que o narcisismo dessas pessoas é uma das características mais marcantes, ao ponto delas amarem muito mais a si mesmas que a qualquer outra pessoa conquistada.

As pessoas facilmente se apaixonam por eles, entretanto, o indivíduo com a síndrome logo se apercebe de que o parceiro ou o relacionamento não há mais graça e, por fim, acaba por abandonar a pessoa.

Pesquisadores relacionam essa síndrome com a síndrome de Édipo mal ou não elaborada, causando sentimentos de culpa por um desejo proibido incestuoso, recalcado no inconsciente.

Não raro, a síndrome associa-se a uma personalidade fria e insensível para com os sentimentos alheios, cujo próprio interesse momentâneo é o objetivo maior. Sendo assim, são pessoas frequentemente egoístas e com uma grande sensibilidade à monotonia.

De fato, parece que eles não experimentam com o amor o mesmo tipo de sentimento que as demais pessoas. O amor neles é um sentimento fugaz, passageiro e que, continuadamente, tem o objeto alvo renovado.

Obviamente tenho traços dessa síndrome de Don Juan. É triste! Precisa ser tratado.

45 Lições Que a Vida Me Ensinou:


1. A vida não é justa, mas ainda é boa.
2. Quando estiver em dúvida, dê somente o próximo passo, pequeno .
3. A vida é muito curta para desperdiçá-la odiando alguém.
4. Seu trabalho não cuidará de você quando você ficar doente. Seus amigos e familiares cuidarão. Permaneça em contato.
5. Pague mensalmente seus cartões de crédito.
6. Você não tem que ganhar todas as vezes. Concorde em discordar.
7. Chore com alguém. Cura melhor do que chorar sozinho.
8. Pode ficar bravo com Deus. Ele suporta isso.
9. Economize para a aposentadoria começando com seu primeiro salário.
10. Quanto a chocolate, é inútil resistir.
11. Faça as pazes com seu passado, assim ele não atrapalha o presente.
12. É bom deixar suas crianças verem que você chora.
13. Não compare sua vida com a dos outros. Você não tem idéia do que é a jornada deles.
14. Se um relacionamento tiver que ser um segredo, você não deveria entrar nele.
15. Tudo pode mudar num piscar de olhos mas não se preocupe; Deus nunca pisca.
16. Respire fundo. Isso acalma a mente.
17. Livre-se de qualquer coisa que não seja útil, bonito ou alegre.
18. Qualquer coisa que não o matar o tornará realmente mais forte.
19. Nunca é muito tarde para ter uma infância feliz. Mas a segunda vez é por sua conta e ninguém mais.
20. Quando se trata do que você ama na vida, não aceite um não como resposta.
21. Acenda as velas, use os lençóis bonitos, use roupa chic. Não guarde isto para uma ocasião especial. Hoje é especial.
22. Prepare-se mais do que o necessário, depois siga com o fluxo.
23. Seja excêntrico agora. Não espere pela velhice para vestir roxo.
24. O órgão sexual mais importante é o cérebro.
25. Ninguém mais é responsável pela sua felicidade, somente você.
26. Enquadre todos os assim chamados "desastres" com estas palavras 'Em cinco anos, isto importará?'
27. Sempre escolha a vida.
28. Perdoe tudo de todo mundo.
29. O que outras pessoas pensam de você não é da sua conta.
30. O tempo cura quase tudo. Dê tempo ao tempo.
31. Não importa quão boa ou ruim é uma situação, ela mudará.
32. Não se leve muito a sério. Ninguém faz isso.
33. Acredite em milagres.
34. Deus ama você porque ele é Deus, não por causa de qualquer coisa que você fez ou não fez.
35. Não faça auditoria na vida. Destaque-se e aproveite-a ao máximo agora.
36. Envelhecer ganha da alternativa - morrer jovem.
37. Suas crianças têm apenas uma infância.
38. Tudo que verdadeiramente importa no final é que você amou.
39. Saia de casa todos os dias. Os milagres estão esperando em todos os lugares.
40. Se todos nós colocássemos nossos problemas em uma pilha e víssemos todos os outros como eles são, nós pegaríamos nossos mesmos problemas de volta.
41. A inveja é uma perda de tempo. Você já tem tudo o que precisa.
42. O melhor ainda está por vir.
43. Não importa como você se sente, levante-se, vista-se bem e apareça.
44. Produza!
45. A vida não está amarrada com um laço, mas ainda é um presente.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Sinceridade e Mentira Quando Aceitar Que Errou?

    
      Não é fácil dizer que errou, não é certo mentir para si mesmo toda vez que o mundo se volta contra você. As vezes me sinto assim culpado, mas quem nunca se culpou por algo que ate mesmo não tenha feito? A culpa é um sentimento que muitos sentem e muitos poem em pratica, as vezes e mais fácil culpar alguém do que a si próprio, vou confessar que sou fraco, mais posso dizer que também sou forte. Desde criança aprendemos que mentir e errado que Deus não gosta e que ate mesmo é um pecado, mas porque continuamos mentindo? Não somos mas criança, sabemos o que é certo o que é errado, talvez seja uma forma de fugir dos problemas ou até mesmo pensar que uma simples mentira não fará mal. Mais se é pecado mentir assim nos ensinou nossos pais porque continuamos a praticar? Ah são tantas as perguntas que nos vem a cabeça, da mesma forma que nós questionamos por muitas outras coisas. Por que as pessoas acham a forma mais facil de escapar mentindo? Talvez por que ser sincero de mais doi? Ah é dificil, muitos preferem pessoas sinceras, mais tais pessoas acabam sendo tanto, que sempre magoa ou ate mesmo acabam sendo chato por sempre saber muito ou pensar de mais. Prefiro ser sincero e mentir para mim mesmo, do que acabar errando, mentindo e magoando alguém. Quem nunca ouviu falar que a sinceridade as vezes doí? É claro que doi ninguém quer ouvir você falar o que pensa dela tão diretamente, por isso muitas pessoas escolhem mentir... Mais eu fico me perguntando se desde pequeno nossos pais ensina que mentir é errado, então qual a solução desse problema? Creio que é difícil encontrar uma resposta, porque quanto mas procuramos entender mais nos questionamos. Posso ser um sincero mentiroso, ou ate mesmo um mentiroso sincero, vai depender da forma que você me ver, que você me compreende.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Amizade & Destino.


Um dia a maioria de nós irá se separar. Sentiremos saudades de todas as conversas jogadas fora, as descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos, dos tantos risos e momentos que compartilhamos... Saudades até dos momentos de lágrima, da angústia, das vésperas de finais de semana, de finais de ano, enfim... do companheirismo vivido... Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre... Hoje não tenho mais tanta certeza disso. Em breve cada um vai pra seu lado, seja pelo destino, ou por algum desentendimento, segue a sua vida, talvez continuemos a nos encontrar, quem sabe... nos e-mails trocados... Podemos nos telefonar... conversar algumas bobagens. Aí os dias vão passar... meses... anos... até este contato tornar-se cada vez mais raro. Vamos nos perder no tempo... Um dia nossos filhos verão aquelas fotografias e perguntarão: Quem são aquelas pessoas? Diremos que eram nossos amigos. E... isso vai doer tanto!!! Foram meus amigos, foi com eles que vivi os melhores anos de minha vida, e será com eles que manterei minhas melhores lembranças.

                  Pessoas que fazem parte de minha vida e levarei comigo para sempre!...
Amo Vocês s2

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Já Era Tarde?


Já era tarde!

Naquele momento meus olhos já haviam cruzado os teus, seu olhar desviante e inseguro para o nada, como se eu fosse causar algum mal, como se minhas pupilas pudessem exteriorizar algo que causava-te medo.


Pequenas palavras, palavras pequenas... Logo pude perceber a melodia da voz daquele ser inconceituável, seu jeito de falar e aquele meio sorriso no rosto. Ah quanta beleza! Quanto brilho em um olhar somente!


Meu corpo em constante agito não se fez silencioso diante daquele anjo em forma de homem, meus lábios falavam sem pronunciar uma silaba sequer, e meus olhos extasiados de amor diziam mais do que podem dizer mil palavras...

Já era tarde!


Esse sentimento nasceu em mim naturalmente quebrando todas as formas de conceituar o amor, extrapolando o sensato...

quando percebi eu já estava envolvido no seu mundo, nossas vidas agora não eram duas distintas como antes, mas uma vida somente unidas pela magia do amor.

Inspirado em: Queer As Folk = http://www.youtube.com/watch?v=hEXfz-DkA-Q

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Meu Ego.



No profundo de meu ser...
                Tudo está em colapso,uma escuridão querendo permanecer e a luz, lutando contra para que o pouco de paz que ainda resta não se acabe...
                Dentro de minha alma, existem questões que nem eu mesmo posso desvendar, são momentos que não consigo explicar, o que há dentro de mim. Tento parar o tempo em minha volta para poder analisar porém perguntas não resolvem meus sentimentos sinto que somente o silêncio é capaz de confortar tão tamanha duvida em minha vida.
              Um olhar em minha volta, para notar como o mundo da voltas e dentro de mim há gritos para que se retome tudo outra vez e que o passado seja apagado e jogado no mar do esquecimento.
             Um vale sombrio que depende de mim, para florescer e se tornar um lindo campo de flores que irão refletir todo prazer e alegria, que um dia foi perdido.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Carta Para Meu Dono. =/


Meu amado dono,
Minha vida deve durar entre 10 e 15 anos, já estou com alguns anos.
Qualquer separação é muito dolorosa para nós. Não fique zangado por muito tempo e não me prenda em nenhum lugar como punição.
Você tem seu trabalho, seus amigos e suas diversões.
EU SÓ TENHO VOCÊ!
Fale comigo de vez em quando.Compreendo muito bem o seu tom de voz e sinto tudo o que você está dizendo. Ficará gravado em mim para sempre, jamais esquecerei.
Antes de me bater por algum motivo, lembre-se que tenho dentes que poderiam feri-lo seriamente, mas que jamais vou usá-los em você.Jamais!
Antes de me censurar por estar preguiçoso ou teimoso, veja antes se há alguma coisa me incomodando. Talvez eu não esteja me alimentando bem. Posso estar resfriado ou, ainda, meu coração pode estar ficando mais fraco…
Cuide de mim quando eu ficar velho e cansado – Por favor NÃO ME ABANDONE!
Tudo é mais fácil para mim com você ao meu lado.
Me ame, pois independente de qualquer razão, eu lhe amarei para sempre!

Ah se todo ser humano fosse como um lindo cachorro!


Um Novo Dia Chegou



Sempre há um novo comerço para tudo, coisas que passamos ou estamos passando muita das vezes são apenas fases que ficam por um curto periodo em nossa vida, servem como uma base em nossa vida, para crescermos, mostrarmos não somente aos outros mas para nós mesmos que somos fortes e capaz de virar esse jogo.
              Tudo que enfrentamos, em longo dessa tragetória serve como uma linda história que no final terá sua recompensa...
               Um novo dia chegou para aqueles que estão confiantes em si, e querem conquistar o topo mesmo que para isso tenha que chorar muitas lágrimas, passar por situações constrangedoras, e não se abalar com as pedradas que querem fazer desistir de tudo já conquistado...
              Um novo dia...
              Uma nova história...
               Um novo eu...
              Enfim as páginas manchadas de lágrimas e de derrotas são apenas folhas que queimarão no esquecimento...

Inspirado em: A new day has come-Celine Dion

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Preciso de Curativos Para um Coração Partido.



“Hoje, acordei sentindo uma grande dor no peito. Sentei-me ao pé da cama, coloquei minha mão sobre meu peito, e perguntei ao meu coração:
O que você tem? Porque está tão inquieto dentro de mim? O que foi que eu te fiz?
Ele respondeu: “Você sofre tanto com as pessoas: preocupa-se com elas, é atencioso, procura ser prestativo e na maioria das vezes sempre se decepciona. Você ama e depois sofre e fala que a culpa é minha. Você espera por algo que não vem e fica triste… Aí você chora, só que dói é em mim. Preciso de curativos para um coração partido. Curativos bons.”
Então perguntei ao meu coração: “Como assim bons curativos?”
Ele respondeu: “Curativos que estanquem essa sua tristeza, essa sua mágoa, essa sua solidão. Curativos que te façam sentir o quanto você é especial e amada, mesmo que você nunca tenha sentido esse amor. Preciso de bons curativos, que não sejam eternos, afinal nada é para sempre, mas, que não sejam descartáveis. Curativos que absorvam esse sofrimento, essa dor. Essa ferida que não se vê, apenas sente. Que sejam fortes, e a prova d’água, para que não se estraguem com suas lágrimas, que sejam macios, para poder te fazer carinho nos dias em que você se sentir carente. Curativos que acima de tudo nunca te decepcione, prometendo coisas que não cumprem. Curativos companheiros e sinceros, que se importem realmente com você. Não quero pena, quero amor de verdade. Preciso que você também se ame e prometa que vai procurar cuidar mais de mim, pois sou parte de você e se você sofre, eu também sofro. Você já sofreu tanto que não sei como ainda consigo bater forte em seu peito.
Você é especial. Pena ninguém perceber isso! Talvez seja por que você não demonstre sentir isso na sua vida. É por isso que eu preciso de curativos para um coração partido.”

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Verdadeiro Amigo!



Qualquer um pode ficar ao seu lado quando você está certo, mas um amigo verdadeiro permanece ao seu lado mesmo quando você está errado...

Um simples amigo se identifica quando ele te liga. Um amigo verdadeiro não precisa se identificar, pois vocês conhecem suas vozes.

Um simples amigo inicia uma conversa com um boletim de novidades sobre sua vida. Um verdadeiro amigo diz: "O que há de novo sobre você?"

Um simples amigo acha que os problemas pelos quais você está se queixando são recentes. Um amigo verdadeiro diz: "Você tem se queixado sobre a mesma coisa pelos últimos quatorze anos. Saia deste marasmo e faça algo sobre isto."

Um simples amigo nunca o(a) viu chorar. Um verdadeiro amigo tem seus ombros encharcados por tuas lágrimas.

Um simples amigo não sabe o nome dos teus pais. Um verdadeiro amigo tem o telefone deles em sua agenda.

Um simples amigo traz uma garrafa de vinho para sua festa. Um verdadeiro amigo chega mais cedo para ajudá-lo a cozinhar e fica até mais tarde para ajudá-lo na limpeza.

Um simples amigo odeia quando você liga após ele já ter ido para cama. Um verdadeiro amigo te pergunta porque demorou tanto para ligar.

Um simples amigo procura conversar com você sobre teus problemas. Um verdadeiro amigo procura ajudá-lo a resolver teus problemas.

Um simples amigo fica imaginando sobre tuas histórias românticas. Um verdadeiro amigo poderia conhecer até te chantagear com tudo que ele sabe.

Um simples amigo, quando o visita age como um convidado. Um verdadeiro amigo abre tua geladeira e se serve.

Um simples amigo acha que a amizade terminou quando vocês tem uma discussão. Um verdadeiro amigo sabe que não existe uma amizade enquanto vocês ainda não tiveram uma divergência.

Um simples amigo espera que você sempre esteja por perto quando ele precisar. Um verdadeiro amigo espera estar sempre por perto quando você precisar dele.

P.s. E para meus verdadeiros amigos eu dedico essa linda musica:
http://www.youtube.com/watch?v=sgRb_lfIZ6A
                                    

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Ativo X Passivo: Quando o jogo vira…

Não há nada tão marcante no mundo gay quanto a dicotomia Ativo X Passivo. Como se não bastassem as gavetas etiquetadas que determinam a identidade sexual, muitos gays ainda encontram em si outras subdivisões que limitam a sua sexualidade em quem come e quem dá na hora da transa.
gaycoupleJá vi inúmeros artigos de sexólogos e psicólogos a respeito deste tema e, praticamente, todos concordam que esta é uma questão herdada da heteronormatividade. É como se os gays projetassem para o seu universo a imagem do casal homem X mulher e, assim, definissem também a sua relação.
O problema, ao meu ver, é quando estas posições passam a determinar não apenas a vida sexual dos gays, mas também a vida amorosa.
Conheço muitos casais gays com posições sexuais bem definidas que terminaram o relacionamento porque, em determinado momento - ou em apenas uma transa - um dos parceiros resolveu inverter as posições. Quando isso acontece, tudo que envolve a relação parece se tornar pequeno diante deste “problemão”. Coisas importantes como o companheirismo, a cumplicidade, os planos futuros, e até mesmo o amor são desprezados e esmagados por este trator chamado sexo que, infelizmente, parece conduzir boa parte das relações homossexuais.
0507É bastante comum ver gays passivos, ou como dizem por aí, as famosas e ortodoxas PAM’s (Passivas Até a Morte), verem o chão abrir aos seus pés quando seus “bofes” resolvem dar. É como se o príncipe virasse sapo de um minuto para o outro, uma catástrofe absurda e impensável. Alguns até têm pesadelo só de pensar em comer o próprio bofe ou querem se matar quando descobrem que o bofe já foi passivo para alguém alguma vez na vida. Parece absurdo, mas não é…Conheço muita gente assim.
Há ainda aqueles que fazem o “esforço” de inverter as posições na hora da transa, mas o final é sempre o mais previsível: o relacionamento acaba e a caça pelo parceiro compatível começa outra vez, num ciclo que parece sem fim.
hot kiss gayÓbvio que cada pessoa tem a sua preferência ou se sente mais confortável em determinada posição, mas será tão difícil ceder alguma vez para dar prazer a alguém que se ama?
Se há sentimentos envolvidos, eu não acho que deveríamos encarar uma possível troca eventual de posições como um bicho de sete cabeças a ponto de abalar as estruturas da relação.
Uma vez me disseram que eu levanto a bandeira da versatilidade por causa desta minha opinião e me disseram isso num tom de reprovação, de discordância, como se o correto fosse existir apenas o ativo e o passivo. Eu sempre achei esse engessamento sexual muito chato e delimitador demais, e que acaba gerando tabus quando o “jogo vira” (e sempre vira, em algum momento). Por isso, continuo achando que este “detalhe” não deveria nunca abalar uma relação madura, pelo contrário, deveria fortalecer, pois ambos estariam se permitindo conhecer ao máximo, mesmo que sempre haja uma tendência para um lado ou outro. Afinal, este é o interessante do relacionamento gay: as várias formas possíveis que a homossexualidade permite de dar e sentir prazer.
muscleman lying

O poder do falso


Nietzsche dizia que a Arte é o poder do falso, a santificação da mentira, a que torna sublime o erro e faz da vontade de enganar o ideal superior. Para o filósofo, o artista enxerga o trágico e, por isso, inventa uma nova possibilidade de vida, reinventa a “verdade”.
Lembrei-me deste assunto das aulas de Filosofia da Escola de Cinema quando um amigo veio me contar sobre sua última desventura amorosa.
Maurício – nome fictício, vocês já sabem – estava saindo com um cara que conheceu pelo Facebook. Era o tipo pop star, com mais de 4 mil amigos adicionados no perfil, centenas de fotos de momentos felizes, e mais uma legião de fãs que comentavam pontualmente qualquer besteira do tipo “vou ali e já volto” que ele postava nas atualizações. Sem falar do álbum batizado de “me, mylself and I” onde ele exibia vários momentos narcisistas entre ele, um espelho e um celular com câmera digital. Maurício, que também fazia parte do fã clube do rapaz, foi contemplado com a sorte de conhecer o ídolo. Marcaram um encontro numa boate, ficaram juntos naquela noite e logo engataram num namoro.
Daí veio o choque de realidade. Ao conhecer a vida do pop star facebookiano de perto, Maurício percebeu que tudo não passava de um grande engodo. As fotos nas praias cariocas, nas boates caras e nas festinhas em apartamentos amplos da zona sul, exibindo roupas de grife em companhia de gente bonita e sarada, estava muito distante da realidade cotidiana do rapaz. Era tudo fake. O pop star morava numa área carente da Baixada Fluminense bem longe daquelas praias, num apartamento humilde com poucos móveis e equipamentos – que ele relutou em apresentar a Maurício por vergonha – e trabalhava como assistente administrativo em uma firma pequena. O salário mal dava para pagar o aluguel e as contas básicas, a geladeira vivia vazia e o cartão de crédito estava estourado por causa das compras em lojas de grifes e baladas, das quais ele não abria mão.
Não demorou muito tempo e Maurício o largou, obviamente. Não pensem que Mauricio é um oportunista interesseiro. Apesar do perfil ostentoso do rapaz no Facebook tê-lo atraído fortemente, Maurício não se importou com o fato de ele ser pobre, mas sim com a falsa realidade que ele criou em torno de si. O pior de tudo, segundo Mauricio, era a visível solidão do rapaz. Aquele milhão de amigos era apenas virtual e nenhum o procurava de verdade , ou seja, a vida real do pop star era completamente diferente do que aparentava. E ele parecia não querer se livrar dessa ilusão, estava completamente preso a ela.
Aí eu retorno para Nietzsche e o poder do falso. Perdoem-me os artistas dionísicos pela comparação um tanto baixa, mas pessoas como o ex-namorado de Mauricio são os grandes inventores da realidade nos dias de hoje. O Facebook se tornou uma tela onde pseudo-artistas desesperados por um momento de fama gastam seu tempo na construção de personagens e cenários totalmente enganosos que, na verdade, servem apenas para encobrir suas tragédias pessoais e suprir suas carências. Ali naquele espaço virtual todos são belos, felizes e vitoriosos. Todos são merecedores de atenção.
Gays, pelo que eu observo, costumam colorir ainda mais os seus quadros. São perfeitos na arte do exibicionismo e da auto-exaltação. Em parte para corresponder às expectativas do meio em que vivem, imbuído de valores fúteis, ligados à aparência, a roupa que se veste, a um belo corpo, ao lugar onde se mora ou para onde se viaja e ao status social. E em parte, talvez, para terem maior aceitação e se sentirem melhor numa sociedade que tanto os segrega e discrimina.
De qualquer forma, depois de construída esta realidade falsa, se torna muito difícil mantê-la externa e internamente. É um suprimento temporário para a felicidade, que deveria ser buscado de outras formas, pois depois que o computador é desligado, o que fica é a vida real e um sentimento ainda maior de vazio e solidão.
Então, o que é melhor: sermos nós mesmos ou uma imagem?

A utopia do macho ideal



“Macho, corpo atlético, ativo e totalmente fora do meio gay.”
Quem acabou de ler isto deve estar imaginando que é um daqueles conhecidos textos que já estamos cansados de ver nas salas de bate-papo e nos perfis de pegação gay. Mas não se trata disto. Esta, na verdade, é exatamente a forma como meu amigo Carlos (nome fictício) classifica o seu modelo de homem ideal para namorar.
Quando eu conheci Carlos, há alguns anos atrás, ele estava passando por uma fase de desilusão amorosa. Estava triste, solitário e vivia se queixando por nunca conseguir encontrar o seu macho ideal. Entretanto, ele não desistia de sua busca e estava sempre tentando se envolver com alguém.
Hoje, aos 45 anos de idade, nada na vida amorosa de Carlos mudou. Ele continua sozinho à espera do seu príncipe encantado: um macho do tipo hétero mandão, fiel e dedicado que virá “desposá-lo” e fazê-lo feliz para sempre. Uma fantasia que ele já alimenta há anos e que acabou se transformando num grande abismo à medida que o tempo foi passando.
Carlos está visivelmente desiludido. Tudo isto por causa desta idealização extrema que afeta boa parte do mundo gay.
Assim como Carlos, existem inúmeros gays que passam a vida inteira sonhando com a chegada do Príncipe-Bofe-Encantado, macho, ativo e fora do meio. É obvio que a figura do príncipe encantado faz parte do imaginário, mas os gays tendem a ser muito mais fundamentalistas dos que os héteros nesta questão.
Isto, certamente, é causado pelo vasto leque de possibilidades que o meio gay oferece. É muito homem disponível para se conhecer. É muito sexo fácil. E quanto maior o número de opções, mais difícil é a escolha, pois tendemos a ser criteriosos demais. E os critérios para definir o macho ideal são os mais variados possíveis, desde os mais sentimentalistas aos mais fúteis e banais, como por exemplo, o status social, a beleza estética e, até mesmo, o tamanho do dote.
Esta idealização do príncipe encantado se torna um entrave nas relações amorosas, pois as pessoas acabam sendo descartadas como meros objetos pelo simples fato de não atenderem a esta ou aquela expectativa. O mais intrigante é que na maioria das vezes são detalhes pequenos que fazem a diferença. Detalhes que não importariam nada se o foco estivesse voltado para coisas mais significativas, como o companheirismo, o caráter, a vontade de se relacionar, o carinho e todos os outros sentimentos mais nobres e consistentes.
A famosa “pinta”, por exemplo, costuma ser um dos pontos mais rejeitados desta eterna busca. Uma boa parte dos gays é unânime ao afirmar que tem preferência por homens másculos, do tipo bofão, que não demonstra nenhum trejeito afeminado e não escorrega nas gírias.
Isso me faz lembrar da seguinte frase que ouvi certa vez: “ Se machos gostam de machos e bibas gostam de machos, então, quem gosta das bibas?”
É lógico que gosto não se discute, mas nesse aspecto há muito mais do que uma simples questão de preferências. Há um calo cultural, preconceituoso e machista que já está enraizado na nossa sociedade e é difícil de remover até mesmo entre os gays.
A maioria das bibas sonhadoras que esperam aquele Príncipe-Bofe-Encantado que vem de fora do meio gay para buscá-las em cima de seu cavalo branco e bem dotado acabam se desapontando. Muitas se envolvem com homens casados ou mal resolvidos que não querem nada além de sexo furtivo ou outro tipo de interesse ($). Ou terão que se contentar com apenas alguns momentos de prazer ou irão sofrer pela falta do amor que o bofe nunca vai dar.
Carlos, por exemplo, me confidenciou em nosso último encontro que frequentemente busca homens “héteros” na internet ou vai a saunas a fim de pagar michês para satisfazer suas necessidades e cobrir o vazio deixado pela falta de um amor. Já que o macho ideal não aparece, Carlos não se importa em alugar um bofe por alguns minutos.
Infelizmente, é o que acontece com muitos. Mas são poucos aqueles que param de se queixar e de culpar os outros pela falta de sorte na vida amorosa para refletir sobre de quem é verdadeiramente a maior parcela de culpa.
Passar a vida esperando o príncipe encantado é perda de tempo. Ainda mais se este príncipe tiver o mesmo perfil do macho ideal de Carlos.
Parafraseando Arnaldo Jabour: o que você procura pode ser impossível de achar, então, procure algo que você pode achar e seja feliz ao invés de passar a vida inteira procurando algo indefectível que você nunca vai encontrar.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Começar, Desistir, Prosseguir e Permanecer...


Começar é de todos
Desistir é dos fracos;
Prosseguir é dos fortes;
permanecer é dos H.E.R.O.I.S !



O que seria desta caminhada se não tivéssemos algo pelo que lutar? O caminho da vida será sempre repleto de surpresas boas e desagradáveis, mas lutar por ideais nos dará energia para sobreviver aos obstáculos e continuar apesar de. Não desista de sonhar! Os sonhos nos levam adiante, fazem com que a vida ganhe sabor e se enriqueça de planos. Sonhe! Não importa se você teve decepções, se você se separou, se você perdeu, se você teve que partir e deixar para trás. Sonhe! Não importa a sua idade, se você está junto ou se está sozinho(a), se você está longe ou perto.Enquanto você usar sua força e energia interior para construir, sua vida terá um sentido.Não se apegue à dor, ao desânimo e à falta de fé, pois este apego é como erva daninha que mata e suga a esperança, suporte para a realização de nossas crenças e ideais.Não desista de sonhar! Almeje alcançar o possível, aquilo que o fará mais realizado e auto-confiante. É um direito seu arriscar e tentar conseguir, mas não se iluda com uma ausência de obstáculos. Isto não faz parte do caminho. Sonhe, pois você vive e sua missão não acabou. Não desista de sonhar, não desista de viver! Lembre-se que, se você sonhar, poderá abrir estradas e sorrir para um novo dia, mas se alimentar fantasias, mais cedo ou mais tarde irá sofrer e fechará sua janela. Não desista de ter sonhos. Desista, sim, de alimentar fantasias e vá atrás de uma vida melhor.

Hoje!






Hoje me dei conta de que as
pessoas vivem a esperar por algo
E quando surge uma oportunidade
Se dizem confusas e despreparadas
Sentem que não merecem
Que o tempo certo ainda não chegou
E a vida passa
E os momentos se acumulam
como papéis sobre uma mesa
Estamos nos preparando para qualquer coisa
Mas ainda não aprendemos a viver
A arriscar por aquilo que queremos
A sentir aquilo que sonhamos
E assim adiamos nossas
vidas por tempo indeterminado
Até que a vida se encarregue
de decidir por nós mesmos
E percebemos o quanto perdemos
E o tanto que poderíamos ter evitado
Como somos tolos em nossos
pensamentos limitados
Em nossas emoções contidas
Em nossas ações determinadas
O ser humano se prende em si mesmo
Por medo e desconfiança
Vive como coisa
Num mundo de coisas
O tempo esperado é o agora
Sua consciência lhe direciona
Seus sentidos lhe alertam
E suas emoções não
mais são desprezadas.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Ainda é tarde para perdoar?



Sei que o que houve entre nós dois, foi passageiro, ou ate mesmo eu tenha sido precoce de mais. Mais eu quero que saiba que o que senti por você, é e continua sento verdadeiro, um dia, uma noite, ou até mesmo algumas horas, são capazes de transformar os sentimentos de uma pessoa, passamos poucos tempos juntos, na verdade algumas horas, mas o que senti por você, há muito tempo não sinto por ninguém. Queria encontrar uma explicação para isso, o que esta acontecendo comigo? Nem eu mesmo sei, mais sei que e um sentimento bom e verdadeiro, claro que devemos nos conhecer melhor, mais se não me dar oportunidade para isso, nunca conseguirei descifrar seus sentimentos, fica tranquilo não vou falar seu nome, ou ate mesmo cometer o erro de postar isso diretamente a você, sabe de quem falo, se você realmente pensa em mim, sabe de quem estou a falar, sei que ontem fui duro com você. Não deveria te cobrar nada, estamos apenas nos conhecendo, mais minha cabeça estava a mil... O porque? Eu não sei, até possa imaginar o que seja mais não conseguirei entender sozinho, o texto que você pediu que eu lesse, eu li. Me esclareceu algumas coisas, mais não vai ser Shakespeare, com suas lindas mensagens que vai dizer como devo fazer, ou como irei fazer, estou tentando seguir meu coração, não e nada fácil, sentir que esta amando alguém, e a pessoa por muitos os motivos pessoais, as vezes não encontra tempo para mim... Não te culpo por nada, talvez eu ainda seja uma criança em apuros comedo do que possa acontecer comigo, talvez eu seja mais um dos últimos românticos, em pensamentos, corpo e alma. Você é a pessoa que eu quero, mais não conseguirei ter sem ao menos lutar, talvez eu não seja forte o bastante para isso, talvez eu mate meus sentimentos dentro de mim comedo de errar e não ter forças para seguir em frente, eu sei que você me acha uma pessoa bonita por dentro, eu também sei que você é, todos somos, independente de qual quer pessoa todas possui um sentimento dentro de sí, acho que meu erro e ser sincero de mais com as pessoas, muitos acham isso uma qualidade, eu ja nem sei mais o que pensar sobre esse sentimento que é a "sinceridade". Lembro que em nossa conversa de ontem, você falou que poderíamos ser amigos, eu respondi: É... Quem sabe! Na verdade eu quero ser seu amigo, sei que é assim que conhecemos melhor as pessoas e sabemos conviver com elas, mais eu tenho medo porque o que senti e sinto por você é muito forte, e com essa amizade possa ser que eu sofra ainda mais sozinho. Ontem chorei bastante, muitas coisas passava-se por minha cabeça, talvez eu fosse o culpado por esta assim, só quero que me entenda, e que me perdoe por ser criança, e não saber amar como adulto. Pois criança ama tudo e a todos, adultos ama família, amigos, namorados(as), dentre outras coisas. Muitas pessoas falam que sou bastante adulto, mais não reconhecem a criança que a dentro de mim... Por isso te pergunto... Ainda é tarde para perdoar?

Te quero... "K.K"

...s2...



Ás vezes erramos sem saber, às vezes falamos coisas sem pensar, dizemos coisas sem querer, agimos de forma inesperada muitas vezes por impulso, deixamos nos levar por coisas bestas sem sentido, e esquecemos que podemos magoar as pessoas que mais amamos nesse mundo.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Um dia você aprende… – Willian Shakespeare





Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança ou proximidade. E começa aprender que beijos não são contratos, tampouco promessas de amor eterno. Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos radiantes, com a graça de um adulto – e não com a tristeza de uma criança. E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, pois o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, ao passo que o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.
Depois de um tempo você aprende que o sol pode queimar se ficarmos expostos a ele durante muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe: algumas pessoas simplesmente não se importam… E aceita que não importa o quão boa seja uma pessoa, ela vai ferí-lo de vez em quando e, por isto, você precisa estar sempre disposto a pedoá-la.
Aprende que falar pode aliviar dores emocionais. Descobre que se leva um certo tempo para construir confiança e apenas alguns segundos para destruí-la; e que você, em um instante, pode fazer coisas das quais se arrependerá para o resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias, e que, de fato, os bons e verdadeiros amigos foram a nossa própria família que nos permitiu conhecer. Aprende que não temos que mudar de amigos: se compreendermos que os amigos mudam (assim como você), perceberá que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou até coisa alguma, tendo, assim mesmo, bons momentos juntos.
Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito cedo, ou muito depressa. Por isso, sempre devemos deixar as pessoas que verdadeiramente amamos com palavras brandas, amorosas, pois cada instante que passa carrega a possibilidade de ser a última vez que as veremos; aprende que as circunstâncias e os ambientes possuem influência sobre nós, mas somente nós somos responsáveis por nós mesmos; começa a compreender que não se deve comparar-se com os outros, mas com o melhor que se pode ser.
Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que se deseja tornar, e que o tempo é curto. Aprende que não importa até o ponto onde já chegamos, mas para onde estamos, de fato, indo – mas, se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar servirá.
Aprende que: ou você controla seus atos e temperamento, ou acabará escravo de si mesmo, pois eles acabarão por controlá-lo; e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa o quão delicada ou frágil seja uma situação, sempre existem dois lados a serem considerados, ou analisados.
Aprende que heróis são pessoas que foram suficientemente corajosas para fazer o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências de seus atos. Aprende que paciência requer muita persistência e prática. Descobre que, algumas vezes, a pessoa que você espera que o chute quando você cai, poderá ser uma das poucas que o ajudará a levantar-se. (…) Aprende que não importa em quantos pedaços o seu coração foi partido: simplesmente o mundo não irá parar para que você possa consertá-lo. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar atrás. Portanto, plante você mesmo seu jardim e decore sua alma – ao invés de esperar eternamente que alguém lhe traga flores. E você aprende que, realmente, tudo pode suportar; que realmente é forte e que pode ir muito mais longe – mesmo após ter pensado não ser capaz. E que realmente a vida tem seu valor, e, você, o seu próprio e inquestionável valor perante a vida.
Willian Shakespeare

terça-feira, 29 de março de 2011

O passado presente.

Quantas vezes me senti perdido em pensamentos, pensamentos esses que fizeram parte de mim, que me fizeram entender muito sobre a minha vida, as vezes pensamentos turbulentos que acabam me fazendo lembrar de coisas que não queria lembrar. E quando isso acontece eu tento reprimir esses sentimentos ruins com os bons, e é quando me sinto mais confuso e tento descobrir o que esta acontecendo comigo, porque lembranças repentinas surgem sem eu nem querer? porque? Eu sempre me pergunto, mais aprendi que, se isso acontece eu só tenho que rever o que eu fiz de errado, para que eu possa mudar, e possa substituir esse sentimento ruim por um sentimento novo, mais as vezes eu não consigo fazer isso, as vezes tudo parece não ter como se resolver, é ai que olho para mim mesmo e digo, "são apenas pensamentos, coisas que já vive, momentos que estão no passado, e que não virar a me atrapalhar no presente." Mas não é fácil esquecer tudo assim tão rápido, mais se tentar ira conseguir, eu tento não pensar no passado, e olhar para o futuro, para fazer diferente, o que não fiz no passado.